The Rum Diary – Diário de um Jornalista Bêbado

Hoje vi um daqueles filmes que estavam na minha lista de prioritários a mais ou menos um ano, Johnny Depp sempre está no topo e consigo assisti-lo ainda nos cinemas, mas confesso que deste fiz certo descaso. Provavelmente isto tenha ocorrido, e não foi só comigo, pelo péssimo bom trabalho dos tradutores, transformaram The Rum Day em O Diário de um Jornalista Bêbado. Antes  soava já irônico e irreverente, a versão “aportuguesada” por sua vez trazia a impressão de ser um filme pé no saco.

A história é uma homenagem a Hunter S. Thompson, famoso escritor da sua época conhecido por não respeitar as barreiras entre a ficção e a realidade, falecido em 2005. Como o texto original do romance foi escrito por Hunter mesmo, em uma espécie de autobiografia, esperava um personagem central icônico vestido quase que de super herói. Que nada, bem pelo contrário. Hunter é a sua própria descrição para o fundo do posso, quando não temos mais esperança de sucesso. Talvez esta tenha sido a melhor surpresa do filme, uma vez que os demais eventos do filme me pareciam um pouco previsíveis. As pitadas de humor entraram na hora certa, mas faltou um pouco de tempero na relação fria de Hunter e Chenault (a linda Amber Heard). De fato o filme agradou e deixou algumas boas ideias para levar adiante: Descobrir realmente quem foi Hunter S. Thompson e quem sabe ler um de seus trabalhos.

Assista ao trailer:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s